10 dicas de marketing digital para o mercado de casamento

10 dicas de marketing digital para o mercado de casamentos


10 dicas de marketing digital para o mercado de casamentos

Em um país em que 72% das pessoas estão o tempo todo na internet, é correto dizer que esse é um cenário favorável para negócios digitais. E esse país é o nosso. Por isso, usar algumas dicas de marketing digital é essencial.

No mercado de casamentos a tendência é a mesma, então, usar os canais digitais é condição praticamente obrigatória para crescer e estar em iguais condições com a concorrência, que só cresce dia a dia.

Entre esses recursos digitais, pode-se valer do potencial das redes sociais, das campanhas de e-mail marketing ou links patrocinados, e até mesmo saber trabalhar melhor o funil de vendas.

Veja 10 dicas de marketing digital para o setor de casamentos.

Dicas de marketing digital: tudo tem sido influenciado pelo on-line

Pense bem: em um cenário que 64% das pessoas preferem fazer compras on-line e até mesmo as compras off-line são influenciadas pela web, porque agora o neoconsumidor não quer só conhecer o produto em si, mas ter experiências com a marca, não há como não investir em dicas de marketing digital.

Veja o que preparamos para você que é do mercado de casamentos:

1. E-mail marketing

Por mais que as pessoas achem que essa ferramenta está ultrapassada, ela continua muito eficiente.

Há estimativas que comprovam que no mundo inteiro sejam disparados  269 bilhões de e-mails no mês. E considerando que 92% dos adultos usam e-mails, fica mais fácil entender porque existem grandes chances de sucesso com campanhas de e-mail marketing.

Mas também existem regras. Não é  indicado encher a caixa das pessoas da sua lista de e-mails. Fique atento à periodicidade. Para regular bem esse tempo, use aplicativos de organização.

Além disso, é bom lembrar que é na primeira tela que as pessoas prestam atenção, então frases atrativas,  textos curtos e objetivos e boas imagens ajudam muito.

Imagine uma noiva que está pensando em qual destino vai passar a lua de mel, e recebe um e-mail marketing de agência de viagem falando sobre pacotes especiais para lua de mel, com ofertas incríveis e paisagens paradisíacas? É certeza que ela vai querer saber mais…

E esse exemplo pode ser estendido a diversos tipos de fornecedores de casamento.

2. Redes Sociais

Entre as principais dicas de marketing digital está fazer uso das redes sociais, principalmente porque em uma pesquisa da ComScore aponta que no Brasil os usuários ficam por lá mais de 700 horas por mês!

O Facebook está em primeiro lugar na preferência, com mais de 117 milhões de usuários. Já o Instagram é utilizado por 35 milhões de usuários e o Pinterest por 19 milhões de usuários.

Olha que potencial! Com as redes sociais, quem é do mercado de casamentos pode vender mais e alcançar melhores resultados com mais interação com o seu público-alvo. E você pode ter certeza que seu público-alvo está nas redes sociais.

Por exemplo, outro estudo apontou que 75% das noivas pesquisam muito no Facebook, e elas querem priorizar qualidade do serviço, seguido de preço, bons prazos de pagamento e bom atendimento na hora de escolher um fornecedor.

Mas é muito importante ter a exata noção das preferências do seu público-alvo para traçar um paralelo com seu comportamento.

3. Blog

Quem é do mercado de casamento precisa usar o blog como uma das dicas de marketing digital. Esse é um canal muito interessante para ganhar relevância nos mecanismos de buscas da internet.

Nos blogs, você pode divulgar informações muito interessantes para o seu público-alvo, que no caso, são as noivas.

Vejam o caso do Guia Noiva Online,  nos textos do blog aborda sempre temas que tenham grande interesse para noivas, mães de noivas, madrinhas, ou seja, tudo que é ligado ao mercado de casamento.

Entre os temas abordando estão como penteados de casamentos, arranjos de mesas, dicas com documentação para casamento civil, estilos de decoração, modelos de vestidos de noivas, tipos de casamento, enfim.

Com essa abordagem ampla, hoje é um dos maiores sites de casamento do país, ganhou relevância nos mecanismos de buscas e ampliou significativamente a visualização para o site.

Mas ao investir em um blog, você também precisa conhecer os recursos do SEO (Search Engine Optimization), para estudar formas de ficar bem posicionamento nas buscas do Google, Yahoo e outros sites que são usados como motores de busca.

4. ADS

No mercado de noivas, ou em qualquer setor, quando se propõe a usar dicas de marketing digital para obter resultados rápidos, as campanhas de ADS ou Links Patrocinados não podem ficar de fora.

Nestas campanhas, é possível um retorno imediato, com um investimento que pode nem ser tão alto.

No ADS, é possível criar um anúncio, com informações chamativas sobre o que deseja divulgar. Mas os anúncios não tem o propósito direto de vender, mas sim de catalisar o tráfego.

O recurso está disponível para grandes portais e também para redes sociais. Por exemplo, o Facebook ADS, que são anúncios veiculados dentro da própria plataforma. As informações de perfil e preferências para segmentar as campanhas.

5. Funil de vendas

Nas dicas de marketing digital, é muito importante entender melhor o funil de vendas. Especialmente porque no Brasil 64% dos internautas têm preferência por compras on-line.

O funil de vendas é um conjunto de etapas e gatilhos que tem como objetivo dar suporte à jornada de compras das personas (perfil de cliente ideal). Sendo mais simplista podemos dizer que o funil de vendas funciona como uma isca para atrair o cliente para a compra.

Funciona assim: se um cliente entrou no seu site, é preciso que pense em estratégias para fazê-lo entender a importância do seu produto e serviço para ele. Mas sem citar diretamente o produto ou serviço.

As etapas do funil de vendas são: atrair – converter – relacionar – vender e analisar.

6. Repense o que vende

Na internet, a oferta de produtos não pode acontecer como os folhetos de promoção de supermercados, farmácias ou outros pontos de venda físicos.

A ideia é vender os benefícios do produto ou serviço em si. Lembre-se que atualmente o cliente quer experiências com a marca.

Para isso, ele quer mais interação e relacionamento, bom atendimento, melhorias que o façam escolher um melhor um produto ou serviço, e, claro, preço atrativo.

Por exemplo, se você é do setor de buffets, precisa conhecer bem seu mercado, saber das tendências do ramo da gastronomia para o mercado de casamentos, o que costuma agradar às noivas e noivos, qual sua faixa de público, ter diferencial que possa destacá-lo e sempre surpreender o cliente.

7. Esteja no universo on-line

Neste cenário de transformação digital, a empresa do setor de casamentos precisa usar as várias possibilidades do mundo digital. Só um recurso não adianta. Então, se usou e-mail marketing, também fortaleça suas redes sociais, links patrocinados e o seu blog.

A ideia é que seu público-alvo, que está on-line quase o tempo todo, veja que seu produto ou serviço, com seus benefícios e vantagens, também está presente e atuante na internet. E na hora que ele precisar, saberá como encontrá-lo.

Faça essa interação, responda rápido, mostre assuntos interessantes e bons conteúdos, sejam textos, tutoriais, e-books.

Entenda que para “vender”, primeiro é preciso ajudar o seu público-alvo, oferecendo boas informações.

8. Pinterest e Instagram

10 dicas de marketing digital para o mercado de casamentosOs recursos visuais são incrivelmente valorizados on-line, e essas duas redes sabem disso. Justamente por isso têm conquistado usuários no Brasil e já estão sendo utilizadas por diversas empresas. E o setor de casamentos não pode ficar de fora.

O Pinterest, por exemplo, tem um amplo leve de assuntos que interessam às noivas, e podem ser armazenadas em sua pasta de inspirações para o casamento.

Se você tiver um conteúdo bacana, pode estar entre essas inspirações. Um exemplo: que tal criar um passo a passo para fazer a própria tiara de pérolas ou uma cestinha porta-alianças? E mais, por que não apresentar dicas para um brunch de casamento ou apresentar os novos recursos de foto e vídeos para casamento?

Já o Instagram é uma espécie de porta-retrato, mas dá pra ser bem pessoal, para envolver os usuários, com suas stories com conteúdos rápidos. Lembre-se que nesta rede as imagens têm o poder de congelar momentos.

9. Imprensa

Apesar do amplo uso das redes sociais pelas empresas, usar os recursos digitais da imprensa tradicional também são muito úteis.

Neste caso, os links patrocinados, ou as várias ferramentas para envio on-line de comunicados ou releases também podem ser aproveitados. Assim como as empresas de casamento, a imprensa também precisa de leitores interessados nos assuntos que divulga. E as noivas fazem parte deste público.

10. Marketplaces

Entre as dicas de marketing digital, outra iniciativa importante para as empresas do setor de casamentos é estarem em grandes e confiáveis marketplaces confiáveis, como o Guia Noiva Online, que já tem grande audiência e credibilidade no mercado.

O marketplace é uma vitrine em um shopping virtual, mas não é e-commerce. Para o cliente, é  uma praticidade incrível, porque é onde ele poderá ver, em um único site a oferta de vários vendedore, fazer compra em várias lojas e efetuar apenas um pagamento.

Quando um fornecedor pequeno coloca seu produto em um marketplace grande, ele também ganha visibilidade e reputação, porque consegue quebrar algumas objeções de compra ligadas à falta de confiança, por desconhecimento daqueles produtos ou serviços ofertados.

 

MENU