Celebrante de Casamento: crie um discurso inesquecível | Guia Noiva

Celebrante de casamento: como criar um discurso inesquecível?


celebrante de casamento como criar um discurso inesquecível

Muitas vezes, a escolha do celebrante de casamento é relegada para o final dos preparativos, deixando o ápice do evento — a cerimônia e todo o seu ritual — comprometido.

Alguns aspectos devem ser observados para que tudo ocorra conforme o esperado. Sendo assim, leia o post e descubra as estratégias que podem transformar um simples texto em um grande e emocionante discurso, digno da ocasião!

Conheça os noivos

Para criar um discurso inesquecível para os convidados — mas principalmente para os noivos —, é preciso que o celebrante tenha experiência na área e saiba trazer o que há de melhor na história do casal para ser lembrado e enfatizado neste momento único.

Dessa forma, o celebrante de casamento deve conversar pessoalmente com o casal e buscar registrar todas as informações possíveis a respeito deles e da evolução do relacionamento até o momento da decisão de se casarem.

É indicado pesquisar detalhes da vida do casal e reunir elementos que possam ser usados na hora da montagem do discurso. Por exemplo, se o casal tem um bichinho de estimação muito querido que foi ou não presente durante o namoro, esse episódio pode inspirar um belo trecho do discurso.

Faça um roteiro personalizado

Cada casamento é único, assim como cada história de amor. Por esse motivo, é indispensável que o celebrante de casamento faça um roteiro de acordo com as características de cada casal, respeitando a personalidade e estilo deles.

Não adianta querer adaptar discursos anteriores, pois fica muito superficial e não gera identificação das pessoas. Imagine, por exemplo, desenvolver um discurso engraçado e recheado de humor para um casal de noivos extremamente tímidos, ou ser comedido e sucinto ao falar para um casal extrovertido e alegre. Simplesmente não vai funcionar!

Equilibre emoção e bom senso

Mexer com os sentimentos e emoções do casal é uma estratégia interessante para dar o tom do dia. Contudo, o bom senso deve prevalecer e é necessário que os sentimentos sejam provocados de forma sutil, para que a naturalidade e espontaneidade permaneçam.

O bom senso na dosagem e escolha das palavras é fundamental para que o celebrante de casamento não caia na armadilha de fazer um discurso clichê com aquela sensação desagradável de que todos já ouviram aquelas palavras antes, e que o discurso é apenas “mais do mesmo”.

Apelar intensamente para as emoções também pode não ser boa ideia, pois existe o risco de que a cerimônia se transforme num mar de lágrimas, o que não é tão agradável. A sugestão é controlar de maneira equilibrada e instigante momentos de emoção, com momentos mais leves e bem-humorados.

Controle o tempo

O tempo do discurso deve ser devidamente cronometrado, pois longos textos deixam a audiência cansada e dispersa, além de não envolver os ouvintes com o que está sendo falado.

É possível e muito recomendado que as palavras usadas sejam tocantes e sensíveis, sem que para isso muito tempo seja despendido. Justamente pela necessidade de administrar com sabedoria o tempo é que é necessária a preparação antecipada e experiência na prática.

Agora que você já sabe as características que um celebrante de casamento deve ter para criar um discurso inesquecível, que tal nos seguir em nossas redes sociais para ficar sempre por dentro de dicas como essas? Estamos no Facebook, Twitter, Pinterest e Instagram. Inspire-se!

MENU