Casamento Civil | Guia Noiva

Casamento Civil

Aprenda a escolher vestidos para casamento civil


23.03.2017 Casamento Civil

Aprenda a escolher vestidos para casamento civil

O dia do casamento pode ser o mais importante na vida de uma mulher, seja no religioso ou não. Por isso, os vestidos casamento civil também devem inspirá-las neste dia de sonho.

Vamos apresentar aqui diversas dicas e opções para as noivas, pois muitas não sabem exatamente o que podem ou devem usar nesta cerimônia, principalmente quando ela é realizada no Cartório.

Então, confira as dicas e seleção de imagens que reservamos neste post.

Vestidos casamento civil: branco pode?

(mais…)

Penteados para noivas no casamento civil


15.03.2017 Casamento Civil

Penteados para noivas no casamento civil

A cerimônia no casamento civil pode ter menos pompa e circunstância que um casamento na igreja, mas nem por isso os penteados para noivas devem ser menosprezados.

A noiva continua sendo a personagem principal e como tal deve brilhar.

Para ajudá-las fizemos uma seleção com opções para todos os gostos e tamanhos de cabelos.

Penteado de noivas: cabelos longos são versáteis

(mais…)

Casamento Civil | O que fazer?


No meio de tantas providencias em relação ao casamento, tem muita gente que quase perde os prazos para entrar com a papelada do casamento civil.

É importante ficar atento a documentação e aos prazos para não ter dor de cabeça.

Nós sabemos que é muito mais divertido escolher o vestido do casamento civil  do que fazer a parte burocrática, mas ela é importante, então vamos lá!

casamento civil papelada

O que é o casamento civil?

O casamento civil perante a lei,  nada mais é que um contrato firmado entre duas pessoas que querem constituir uma família.

O que fazer?

No pedido de habilitação do casamento, os noivos devem provar que são livre e desimpedidos para casar.

Devem entrar com a papelada em um cartório de registro civil. Dessa forma irão correr os proclamas do casamento, ou seja, o cartório irá publicar na imprensa local para conhecimento público que as duas pessoas “querem” se casar. Caso não apareça nenhum impedimento, os noivos estão aptos para se casar no prazo de 90 dias.

Quando fazer?

A data do casamento escolhida deve obedecer o prazo legal, podem variar um pouco de acordo com a região do país, sabemos que em algumas cidades do estado de São Paulo o prazo mínimo é de 20 dias e o máximo é de 90 dias, contados do dia da entrada nos papéis, você tem que estar dentro desse período para agendar a data.

Para evitar riscos o correto é dar entrada 90 dias antes da data que pretendem se casar.

Após o início do processo o cartório providenciará o edital de proclamas que poderá ser publicado na imprensa ou afixado no mural do cartório.

Decorrido o prazo de 15 dias, se não houver nenhum impedimento, o cartório fornece uma certidão de habilitação que é válida por 90 dias. Dentro deste período, os noivos podem escolher uma data.

O que é considerado impedimento?

* Noivos que são casados em outros Estados, ou país.

* Ascendentes que querem se casar com descendentes.

* Casamento entre irmãos unilaterais e bilaterais.

* Casamento entre adotante e adotado.

Qual o custo?

É importante consultar o cartório para verificar esse custo. A cada ano pode existir reajuste na tabela.

O custo também depende se o casamento for ser realizado no cartório, religiosos com efeito civil, em diligência (quando o juiz realiza o casamento fora do cartório), etc.

Testemunhas

Saibam que no dia em que for dada entrada na papelada é necessário levar duas testemunhas.

É  importante  que sejam maiores de 18 anos, (não é necessário ser um casal), porque irão declarar que conhecem os noivos e que não existe nenhum impedimento legal para se casarem, respondendo civil e criminalmente pelo que estão declarando. Não pode ser pai e mãe dos noivos.

Mudança de nome

Nesse mesmo dia (dia do agendamento da data do casamento civil) os noivos deverão fazer a opção de continuar com os nomes de solteiro ou acrescentar o sobrenome do noivo (a).

Por isso, é bom já ir pensando qual será a sua opção que são válidas tanto para o noivo quanto para a noiva

Regimes de bens no casamento civil

Ao dar entrada em um processo de casamento civil, o casal deve escolher o regime de bens para o casamento. Existem quatro tipos:

Comunhão Parcial de Bens –

É o mais utilizado atualmente e indica que tudo que for adquirido pelo casal após o casamento, serão partilhados caso haja uma separação. Neste regime os bens adquiridos se comungam. Caso o marido ou a mulher tenham recebido alguma herança ou doação, após o casamento, estes bens não serão partilhados.

Comunhão Universal de Bens –

Este regime deixa acordado que todos os bens existentes que foram adquiridos antes ou após o casamento serão divididos em partes iguais. Inclusive se existirem bens que foram adquiridos por doação ou herança.

Separação de Bens –

Trata-se de um acordo em que tudo que for adquirido antes e depois do casamento não será divido entre o casal. Muitas vezes acontece de uma pessoa que é divorciada ou viúva e possui um patrimônio considerável, escolher este regime ao se casar com uma nova pessoa. Este regime é obrigatório quando o homem ou a mulher já possuem mais de 70 anos de

idade. Também ocorre quando os noivos são menores de 16 anos.

Participação final nos aquestos –

Os bens que os cônjuges possuíam antes do casamento e aqueles que adquiriram após, permanecem próprios de cada um, como se fosse uma separação total de bens.

Porém, se houver a dissolução do casamento (divórcio ou óbito), os bens que foram adquiridos na constância do casamento serão partilhados em comum.

Observações

O regime de bens pode ser modificado após o casamento, mediante alvará judicial e concordando ambos os cônjuges.

Documentos necessários:

Se ambos forem solteiros:

– cédula de identidade de ambos os noivos;

– certidão de nascimento original em bom estado de conservação dos noivos.

Se alguém for divorciado:

– cédula de identidade de ambos os noivos;

– certidão de casamento original com averbação de divórcio  em bom estado de conservação.

Se alguém for viúvo(a):

– cédula de identidade de ambos os noivos;

– certidão de casamento do primeiro casamento

– óbito original do cônjuge falecido  em bom estado de conservação

Será que você está no prazo com os outros detalhes do casamento?

Baixe nosso Check List gratuitamente e acompanhe todas as etapas de organização do casamento.

Página 1 de 11

MENU