in

Casamento judaico: conheça a beleza das tradições

Casamento judaico: conheça a beleza das tradições

Cada religião tem suas características e rituais, e com a religião judaica isso não é diferente. Mesmo quem nunca foi em um casamento judaico deve ter visto fotos de casamento judaico e ter ficado curioso sobre algumas diferenças, costumes judaicos no casamento e curiosidades.

O casamento na cultura judaica é considerado um dos atos mais sagrados e a preparação de todo o evento é repleta de detalhes, que requerem vários rituais, até para a alimentação que será servida.

Como é o casamento judaico

No judaísmo, o casamento significa a união de um homem e uma mulher no nível espiritual, com os dois passando a formar uma única alma. Para os judeus, um homem só se torna completo depois do casamento.

A quebra da placa

Os ritos tradicionais do casamento judeu começam com o pedido de noivado. Primeiro é realizada uma cerimônia conhecida como tena’im. Esta é a quebra de uma placa para simbolizar a destruição dos templos em Jerusalém. O ato existe para lembrar que, mesmo que o povo judeu esteja feliz hoje, ele ainda deve ficar triste com tudo o que aconteceu em seu passado.

Casamento judaico: conheça a beleza das tradições

Dia ideal para um casamento judaico

A cerimonia judaica pode ser celebrada em qualquer dia da semana, menos durante o sábado judaico, que vai do pôr do sol de sexta-feira até o anoitecer de sábado. Também não se pode marcar a data do casamento em datas especiais para o povo, como o Dia da Expiação ou Ano Novo judaico. O domingo é o dia mais popular para esta celebração, mas pode ser feita em qualquer casa, até mesmo no sábado à noite.

Não existe uma época mais indicada, como o maio é para as noivas brasileiras. Mas casais judaicos costumam evitar o período entre as festas de Pessach (Páscoa e Shavuot – um momento reflexivo e triste do calendário judaico. Como não se pode dançar e beber durante o Shavout, o casamento hebraico não poderia ter música.

Ufruf

Consiste na visita do noivo à sinagoga, uma semana antes do casamento, para anunciar o casamento próximo à sua congregação. Ele deve orar e pedir força ao pai para ter um bom casamento. Entre as famílias mais religiosas, nesta visita o noivo recebe um banho de doces pelos membros mais jovens. Durante esta visita do noivo também é realizada a kiddush, a entrega aos fiéis da congregação vinhos e comidas. No mesmo dia, é feito um almoço entre os noivos com seus familiares.

Dia do casamento

O dia do casamento para os noivos judeus é como um Yom Kipur, o dia do perdão. No costume judaico casamento, D’us perdoa todos os pecados dos noivos para que possam começar uma vida nova juntos, completamente purificados. Para isso, eles jejuam e passam o dia em oração. O casal também não pode se ver durante a semana anterior ao casamento.

Casamento judaico: conheça a beleza das tradições

O vestido de noiva judia

Não há vestido tradicional específico para um casamento judaico. Os homens muitas vezes usam terno e gravada. Já as noivas podem vestir um vestido de casamento branco comum, mas sem decotes, nem tomara que caia, longo e se possível com mangas longas. Mangas curtas já são aceitas, mas sem exageros. Sem decotes em V e com a menor quantidade de brilho possível. O foco é manter a humildade, mesmo no vestido de casamento. Por isto, alguns enlaces lembram o casamento boho. A noiva também pode levar um buquê de flores para casamento.

Casamento judaico: conheça a beleza das tradições

Kipá

No ritual do casamento judaico todos os homens devem usar a Kipá, mesmo aqueles que não pertencem a religião judaica. A Kipá serve para mostrar que todos acreditam que existe um D’us, e ele está sempre acima de nós. Por isso ele deve ser amado, respeitado e temido. Deve ser utilizado durante toda a cerimônia e pode ser guardado de recordação pelos convidados.

Casamento judaico: conheça a beleza das tradições

O Talit é outro símbolo muito presente em cerimônia de casamento judaico e usado pelo noivo durante a cerimônia de casamento. Ele serve para lembrar que nós somos mortais e todos são iguais quando se dirigem a D’us.

One Comment

Leave a Reply

One Ping

  1. Pingback:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *