Mais de 30 notícias das redes sociais que impactaram o marketing digital em 2017 Guia Noiva Online

Mais de 30 notícias das redes sociais que impactaram o marketing digital em 2017


Mais de 30 notícias das redes sociais que impactaram o marketing digital em 2017

O mundo digital não para de produzir  novidades sobre o marketing digital, e ouvimos muitas delas ao longo de 2017.

Quer relembrar o que aconteceu durante o ano neste setor? Vamos rever mais de 30 novidades nas redes sociais que impactaram o marketing digital neste ano.

Marketing digital: Facebook reina soberano

Entre as redes sociais, a que implementou mais novidades foi o Facebook. E não é para menos essa rede social atingiu a incrível marca de 2 bilhões de usuários no mundo inteiro.

Ao longo do ano, o Facebook produziu nada menos que 18 novidades, passando por vídeos, novos formatos e atualizações que decidem quais publicações serão  mostradas no feed de notícias.

Vídeos

Os vídeos ganharam grande importância dentro do universo do marketing digital. E para suprir essas demandas, foram criadas diversas novidades para estimular os produtores de vídeo.

Para isso foram lançados aplicativos de produção de vídeo, como o Creator, que serve para os usuários melhorarem seus conteúdos com gráficos, ferramentas de interação e informações úteis para análise.

Os aplicativos foram criados junto com o site Facebook for Creators, que traz dicas para criadores, que querem inovar nos formatos de conteúdo para o marketing digital.

Mais de 30 notícias redes sociais que impactaram o marketing digital 2017

Também foi criado o Instant Videos que tem a funcionalidade de permitir que o usuário baixe anteriormente o conteúdo audiovisual por Wi-Fi quando estiver com acesso apenas aos dados móveis ou estiver sem conexão com a internet.

Para o Brasil, isso é muito importante porque o custo de internet móvel ainda é muito alto e, além disso, se esgotam muito rápido.

E pasmem! O Facebook também lançou um aplicativo voltado para os aparelhos de TV, com o qual é possível assistir a vídeos compartilhados por amigos ou por páginas que você segue, vídeos ao vivo mais assistidos ao redor do mundo e vídeos recomendados.

Enquanto o Facebook Watch é uma nova plataforma de vídeos para concorrer com YouTube e Netflix.

Além disso, para avaliar o impacto das suas campanhas de marketing digital em vídeo, a empresa fez uma melhoria nas análises e criou a aba Highted Shares, que mostra dados sobre quem tem compartilhado seus vídeos.

Mais novidades nos vídeos:

– Vídeos com áudios: a mudança é que o som aumenta quando você passa pelo vídeo no newsfeed e some quando ele é rolado para cima. Se você estiver vendo no móbile e o celular estiver no silencioso não serão tocados com som

– Vídeos verticais: o Facebook quer está atualizando para que os vídeos pareçam melhores em dispositivos moveis

– Assistir vídeos separadamente: agora será possível continuar assistindo um vídeo e continuar rolando o feed de notícias. O vídeo vai ficar em um canto da tela.

Mais de 30 notícias redes sociais que impactaram o marketing digital 2017

Mudanças nos anúncios

Para quem está pensando  em criar site para sua empresa, não deixe de fora as ações também no nesta rede social, que também lançou diversas novidades para quem, e usa a rede social como forma de impulsionar as ações de marketing digital.

Entre essas novidades estão o Mobile Studio, que é um site com informações relevantes para que os pequenos e  médios criem seus anúncios na rede de forma mais fácil.

Para o Facebook, essa é a solução móbile para os 65 milhões de negócios que utilizam as fanpages do Facebook e para 8 milhões de perfis de negócios no Instagram.

Outra novidade é o Collection, um novo formato de anúncios para fazer com que as marcas vendam mais por meio de anúncios imersivos e de carregamento rápido.

E também aposentou 17 opções pouco usadas no impulsionamento das publicações. São elas:

– Compartilhamentos de produtos de lojas;

– Compartilhamento de uma história sobre publicações de promoção;

– Check-ins em mapas, restaurantes ou cidades;

– Compartilhamentos de notas;

– Compartilhamentos de enquetes;

– Compartilhamentos de recomendações de lugares;

– Compartilhamentos de momentos culturais;

– Compartilhamentos de comentários;

– Compartilhamentos de foto de perfil;

– Compartilhamentos de uploads de arquivos;

– Compartilhamentos de eventos esportivos;

– Compartilhamentos de um vídeo ou imagem feitos com a câmera do Facebook;

– Confirmação de presença em eventos;

– Compartilhamentos de playlists de vídeos;

– Atualizações de status de “está assistindo à” programas de televisão, filmes ou outros tipos de programação;

– Posts de aplicativos postados na linha do tempo de uma página;

– Publicações de political endorsement, que servem para demonstrar apoio à determinado político;

Algoritmo

Logo no início de 2017, o Facebook produziu uma atualização do algoritmo que tinha o objetivo de dar mais espaço a vídeos longos no feed de notícias. Enquanto sites lentos perderam espaço.

Para isso, foi feito um teste em 6 países (Bolivia, Guatemala, Eslováquia, Sérvia, Sri Lanka e Camboja). E aí começaram as polêmicas: os post orgânicos das fanpages sumiram e restaram apenas anúncios e posts de amigos e familiares.

E todos acharam que seria assim em todos os lugares dali por diante. O medo era de que pagar para inserir publicações da empresa na página inicial da rede se tornaria obrigatória para todos.

Para esclarecer o caso, em outubro de 2017, a rede lançou um vídeo para explicar como feed de notícias funciona. O próprio profissional responsável pelo feed de notícias compartilhou os critérios que o Facebook utiliza para mostrar publicações aos usuários.

Mais de 30 notícias redes sociais que impactaram o marketing digital 2017

Jornalismo

O Facebook também incluiu um projeto para jornalismo, que deve influencar na produção e na promoção de conteúdo pelo marketing digital no Facebook. Chama-se Facebook Polls, quer permite fazer enquestes utilizando o Gifs e fotos e o Facebook Stories.

Instagram

Mesmo o Facebook tendo toda essa adesão, o Instagram é a rede social que mais cresce em números de usuários.

A ferramenta Stories, lançada em 2016, e o Instagram tem investito cada vez mais nela depois que no ano passado, teve seu uso para empresas consolidado.

Para isso, foram lançados diversos recursos que podem ser aproveitados no marketing digital, como adicional hashtags e localização às fotos e vídeos que desaparecem após 24 horas.

Também foi criada a possibilidade de fazer transmissões ao vivo com convidados.

Para utilizar, é só apertar um ícone no canto inferior direito e depois em “add”, botão que aparecerá ao lado de todos os usuários que estiverem assistindo ao vídeo ao vivo.

Outro recurso criado em 2017 é a possibilidade de criar enquetes, para que as empresas interajam com seguidores na rede social.

No fim do ano, o Insta ainda lançou a possibilidade de seguir hashtags, para ampliar o alcance das publicações no Instagram.

Mais de 30 notícias redes sociais que impactaram o marketing digital 2017

Twitter

Em abril, essa rede social criou uma ferramenta para empresas com a finalidade de facilitar a comunicação entre negócios e consumidores, que permite que o usuário compartilhe sua localização com a empresa e vice-versa.

LinkedIn

A rede social,  mais dedicada às carreiras e assuntos profissionais, lançou um redesign completo em janeiro de 2017 na sua versão desktop.

O objetivo é dar mais atenção para conversas e conteúdos. Além disso, o LinkedIn Trending Storylines trouxe feeds customizados diariamente com posts mais interessantes da área de atuação profissional de cada usuário.

Enquanto os formulários de geraçãode leads, lançada em 4 de abril, representaram uma nova solução de marketing digital.

O  LindkedIn Lead Gen Forms, que foi denominado, vai tornar mais fácil a coleta de informações de 500 milhões de profissionais, influenciadores e tomadores de decisão que utilizam a plataforma.

Assim, vai ajudar empresas a conseguirem mais leads qualificados para suas campanhas pagas de marketing digital, porque vai remover a principal barreira de conversão em dispositivos móveis.

Quando usuários clicarem em um dos anúncios da empresa, o formulário poderá ser preenchido automaticamente com as informações dos seus perfis na rede social.

Também foram realizadas duas atualizações para facilitar as conversas.

Youtube

O Youtube também apresentou sua maior mudança na identidade visual desde a sua criação, com novo logo, nova interface e uma série de atualizações para o aplicativo.

A rede também anunciou em seu blog que produtores de conteúdo terão acesso ao  Reels, uma ferramenta para vídeos que desaparecem depois de 24h, que vai funcionar no formato Stories, desenhada especialmente para quem posta vídeos na rede social.

Além da possibilidade de ficarem disponíveis por mais do que 24h, eles também estão localizados em uma aba diferente do canal.

Também será possível linkar vídeos do YouTube aos Stories e adicionar stickers.

Outras novidades do Youtube Comunity

– Envolver seguidores no processo criativo dos vídeos

– Trazer seguidores para os bastidores com trailers dos próximos vídeos

– Ser descoberto mais facilmente: com novas atualizações,  a ideia é mostrar o vídeo certo para a pessoa certa

–  Escola de criadores de conteúdo: aulas gratuitas para quem produz vídeos no site.

Mais de 30 notícias redes sociais que impactaram o marketing digital 2017

Messenger

Em abril, o aplicativo de conversas do Facebook deu uma guinada para se tornar uma ferramenta de marketing digital também.

Com o lançamento do Messenger 2.0, incluiu atualizações para empresas e usuários, desenvolvimento de bots, respostas inteligentes e códigos paramétricos.

Depois apresentou um plugin para ser usado como ferramenta de chat para sites, uma nova aposta para facilitar o relacionamento entre empresas e usuários da rede.

É assim: vai possibilitar que as pessoas acessem o site de sua empresa e lá dentro entrem em contato via Facebook Messenger.

O bacana para as empresas é o número de usuários que o Messenger possui ativos – são 1,2 bilhão. E para o usuário, a vantagem é que a conversa pode ser retomada facilmente em qualquer dispositivo.

Ainda está em fase de testes com empresas selecionadas, comoa Air France, Argos, Aviva, Volaris e outras.

Spotify

A nova plataforma,  o Ad Studio,  que permite que pequenas e médias empresas criem, editem e veiculem seus anúncios em formato de áudio para os usuários do aplicativo de músicas.

Além de chats, a plataforma também permite outras funções como bots e pagamentos.

Whats App

A função Stories, no Whats app chamada-se Status, e foi lançada com uma possibilidade de inserir anúncios no  Whats, mas foi pouco atualizada.

Mas outra novidade bem comentada por quem atua em marketing digital foi o aplicativo voltado para negócios, que foi anunciado em setembro.

A versão empresarial estará disponível em dois formatos:

– Aplicativo chamado de WhatsApp Business, voltado a empresas pequenas;

– Formato enterprise, para companhias maiores, que operam em larga escala, com uma base global de clientes, como companhias aéreas, sites de ecommerce e bancos.

 

 

MENU